Química

Fatores que afetam a atividade enzimática

[ad_1]

Todas as atividades realizadas por uma pessoa, como corrida, ciclismo, caminhada e outras, definitivamente requerem energia. Quanto maior a atividade de uma pessoa, maior será a energia necessária. Então, de onde vem a energia? Claro, comida. Todos os alimentos que consumimos serão digeridos por várias enzimas digestivas.

As enzimas aqui são proteínas ou moléculas baseadas em proteínas que aceleram as reações químicas no corpo dos organismos. Seu papel é como um catalisador para reações químicas. Onde isso significa, a enzima encoraja a mudança de um conjunto de reagentes ou substratos em certos produtos.

Em sua jornada, a atividade enzimática é influenciada por uma série de fatores, incluindo temperatura, pH, concentração de substrato, ativadores e inibidores.

Temperatura

As enzimas funcionam melhor em temperaturas ideais. Cada enzima tem uma temperatura ótima diferente. Em geral, as enzimas funcionam perfeitamente a uma temperatura de 40 graus Celsius. Em baixas temperaturas, a enzima e as moléculas do substrato movem-se lentamente e levam mais tempo para iniciar a reação.

(Leia também: Propriedades, estrutura e como funcionam as enzimas)

Isso acontece devido à sua baixa energia cinética, então eles se movem lentamente e colidem com menos frequência. Algumas enzimas até se tornam inativas se a temperatura estiver muito baixa. Em altas temperaturas, as moléculas de enzima e substrato obtêm maior energia cinética para que a enzima máxima funcione.

pH ou grau de equivalência

O próximo fator que afeta a atividade enzimática é o pH. Assim como a temperatura, as enzimas funcionam perfeitamente sob certas condições de pH. Em geral, o pH ideal para enzimas varia de 6-8. Há algumas exceções, entretanto. Por exemplo, a enzima pepsina funciona perfeitamente a pH = 2 no estômago para quebrar a proteína em pepsina.

Concentração de Substrato

A taxa de uma correção enzimática aumenta com a diminuição da concentração de substrato. Quando a concentração do substrato aumenta, a ação da enzima diminui, de modo que enzimas adicionais são necessárias para superá-la.

Concentração Enzimática

A concentração da enzima com a taxa de reação enzimática é diretamente proporcional, o que significa que a taxa de reação enzimática aumentará constantemente com a adição da concentração da enzima.

Ativador

Substâncias ativadoras, como certos produtos químicos, podem aumentar o trabalho das enzimas. Exemplos são metais alcalinos, metais alcalino-terrosos, Co, Mg, Mn e Cl.

Inibidor

Os inibidores são compostos que podem inibir enzimas. Este composto faz com que a atividade da enzima seja interrompida de forma que a enzima não funcione de forma ideal.

Os inibidores são divididos em dois, a saber Inibidor competitivo que é um composto químico que se assemelha à estrutura do substrato e irá competir com o substrato para ocupar o lado ativo da enzima; enquanto inibidores não competitivos é um composto químico que inibe a ação da enzima ao se ligar a uma parte diferente do lado ativo da enzima, ou seja, o lado alostérico.



[ad_2]

Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo