Química

O que é a Lei de Avogadro? Definição e exemplo

[ad_1]

A Lei de Avogadro é a relação que afirma que, à mesma temperatura e pressão, volumes iguais de todos os gases contêm o mesmo número de moléculas. A lei foi descrita pelo químico e físico italiano Amedeo Avogadro em 1811.

Equação da Lei de Avogadro

Existem algumas maneiras de escrever essa lei dos gases, que é uma relação matemática. Pode-se afirmar:

k = V / n

onde k é uma constante de proporcionalidade V é o volume de um gás e n é o número de mols de um gás

A lei de Avogadro também significa que a constante do gás ideal tem o mesmo valor para todos os gases, então:

constante = p1v1/T1norte1 = Pdoisvdois/Tdoisnortedois

v1/ não1 = Vdois/ nãodois
v1nortedois = Vdoisnorte1

onde p é a pressão de um gás, V é o volume, T é a temperatura e n é o número de mols

Implicações da Lei de Avogadro

Existem algumas consequências importantes de a lei ser verdadeira.

  • O volume molar de todos os gases ideais a 0°C e 1 atm de pressão é de 22,4 litros.
  • Se a pressão e a temperatura de um gás são constantes, quando a quantidade de gás aumenta, o volume aumenta.
  • Se a pressão e a temperatura de um gás são constantes, quando a quantidade de gás diminui, o volume diminui.
  • Você demonstra a Lei de Avogadro toda vez que enche um balão.

Exemplo da Lei de Avogadro

Digamos que você tenha 5,00 L de um gás que contém 0,965 mol de moléculas. Qual será o novo volume do gás se a quantidade for aumentada para 1,80 mol, supondo que a pressão e a temperatura permaneçam constantes?

Selecione a forma apropriada da lei para o cálculo. Nesse caso, uma boa opção é:

v1nortedois = Vdoisnorte1

(5,00 L) (1,80 mol) = (x) (0,965 mol)

Reescrever para resolver x dá a você:

x = (5,00 L) (1,80 mol) / (0,965 mol)

x = 9,33 litros

Origens

  • Avogadro, Amadeu (1810). “Essai d’une manière de determinar les massas Relações des moléculas elementares des corps, et les proporções selon lesquelles elles entrent dans ces combinaisons”. diário de física. 73: 58-76.
  • Clapeyron, Emílio (1834). “Memoire sur la puissance motrice de la chaleur”. Jornal da École Polytechnique. XIV: 153-190.

[ad_2]

referências

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo