Últimas Notícias

12 novos livros que recomendamos esta semana

NOVA IORQUE, NOVA IORQUE, NOVA IORQUE: Quatro décadas de sucesso, excesso e transformação, por Thomas Dyja. (Simon & Schuster, US $ 30) Este relato abrangente da recente ascensão de Nova York descreve os homens e mulheres de todas as esferas da vida que ajudaram a revitalizar a cidade. No entanto, para Dyja, que vê a necessidade de outra reinvenção de Nova York, a cidade foi vítima de seu próprio sucesso de várias maneiras. “O que ela produziu é um tour de force”, escreve Kevin Baker em sua crítica, “uma obra de amplitude e profundidade surpreendentes que abrange mudanças fundamentais no governo e na economia de Nova York, junto com mergulhos profundos no hip-hop., A AIDS crise, artes visuais, habitação, arquitetura e finanças ”.

MACACO, pontuado por Pola Oloixarac. Traduzido por Adam Morris. (Farrar, Straus & Giroux, $ 25.) O protagonista desta implacável e muito divertida sátira literária argentina concorre a um grande prêmio em uma conferência na Suécia. Mas a comédia dá lugar a revelações chocantes, à medida que as memórias profundamente reprimidas de Mona voltam para assombrá-la. “Oloixarac muitas vezes me fazia rir alto”, escreve Sadie Stein em sua crítica. “Há momentos tão casualmente bem observados, um chapéu para o seu tradutor, Adam Morris, que você está quase ansioso para arrastar a palestra além de sua conclusão desatualizada e alucinatória (pior caso).”

THE CODE BREAKER: Jennifer Doudna, Gene Editing and the Future of the Human Race, por Walter Isaacson. (Simon & Schuster, $ 35.) Isaacson, a biógrafa de inovadores de Einstein a Leonardo, repete alguns dos temas favoritos neste livro sobre a mulher que ganhou o Prêmio Nobel de Química em 2020 por seu trabalho em tecnologia de edição de genes CRISPR. O resultado é “em alguns aspectos, um diário de nosso ano de peste de 2020”, escreve Dava Sobel em sua revisão. “Algumas das seções mais interessantes de ‘The Code Breaker’ detalham como os pesquisadores do CRISPR enfrentaram o desafio da Covid: Eles desenvolveram procedimentos de teste rápido e estratégias de vacina e os publicaram em um banco de dados aberto para o benefício de toda a comunidade científica, o que estimulou o progresso a um galope. “

JANELA VERMELHA, por Alma Katsu. (Putnam, US $ 27). Katsu, uma ex-analista de inteligência mais conhecida por seus romances de terror e paranormais, finalmente escreve o que é mais familiar para ela: isso dentro do C.I.A. O thriller, sobre a amizade entre um agente e a viúva de um ativo russo, está cheio de falsidades, traições e negócios duplos. “O enredo é sofisticado e cheio de surpresas”, escreve Sarah Weinman em sua última coluna policial, “mas o que mais se destaca é o núcleo emocional da aliança de Lyndsey e Theresa, e se houver espaço, em um ninho de víboras, para o verdadeira fraternidade. “

FLUTUANDO DA MANEIRA MAIS PECULIAR: Uma memória, por Louis Chude-Sokei. (Houghton Mifflin Harcourt, US $ 27). Este livro de memórias de estreia conta a história de um jovem negro que tenta se encontrar em um mundo ao qual parece nunca pertencer. Africano demais para a Jamaica, jamaicano demais para os Estados Unidos, americano demais para a Nigéria, Chude-Sokei cresce em busca de uma escuridão que se adapte a ele. “A prosa de Chude-Sokei é direta e poética, descrevendo um trauma horrível com uma imediação tão plana que às vezes eu tinha que deixar o livro de lado por um momento, apenas para processar”, escreve Ijeoma Oluo em sua crítica. “Aqui está a beleza de ‘Flutuando da maneira mais peculiar’: ela revela como carregamos traumas conosco, como esse trauma pode fazer com que nos machuquemos e como ainda amamos e continuamos com feridas não curadas.”

Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo