Últimas Notícias

Memórias de Hunter Biden, tradução de Amanda Gorman e aprender a amar o papelão: a semana em artigos narrados

Tire os fones de ouvido, desligue o telefone e ouça as reportagens do New York Times dos repórteres que escreveram a história.


Escrito e narrado por Elisabeth Egan

Elisabeth Egan descreve as memórias de Hunter Biden, “Beautiful Things”, com lançamento previsto para 6 de abril, como “partes iguais de saga familiar, narrativa de dor e uivo de viciado”.

Neste artigo narrado, ele discute o que os leitores aprenderão com um livro que não rodeia o arbusto.

Escrito e narrado por Alex Marshall

Um escritor branco deve traduzir a obra de um poeta negro?

Para muitos, “The Hill We Climb” de Amanda Gorman foi o clímax da posse do presidente Biden. Na Europa, uma discussão está fermentando sobre quem tem o direito de traduzir a obra do poeta, gerando conversas sobre identidade, linguagem e diversidade em um segmento orgulhoso, mas muitas vezes esquecido, do mundo literário.

Escrito e narrado por Ginia Bellafante

Em 20 de março, Mary Lu Bilek, Reitora da Escola de Direito da City University of New York, enviou um e-mail para alunos e professores com o assunto “Com licença”. O e-mail explicava as circunstâncias de sua saída repentina da escola: Em uma discussão sobre raça e posse no outono passado, ela se comparou a uma “dona de escravos”.

À primeira vista, parecia que a Sra. Bilek havia se perdido nas mandíbulas da cultura do cancelamento. A realidade pode ser um pouco mais complexa.

Escrito e narrado por Tomás Q. Morín

Ainda criança, na década de 1980, Tomás Q. Morín percebeu que poderia fazer um brinquedo que cobiçava, uma réplica de um cinturão de campeonato de luta livre, em papelão.

A pandemia, com suas muitas entregas online, tornou o papelão onipresente. Tomás, agora pai, se pergunta como usá-lo para fazer brinquedos para seu filho de 2 anos de quarentena.

Escrito e narrado por Maya Phillips

Quando surgiram notícias de outro tiroteio em massa nos Estados Unidos na semana passada, Maya Phillips, uma crítica geral, começou a considerar seu papel em momentos como este.

“Afinal de contas, sou uma crítica, então, quando viso a tragédia, eu a rasgo e examino as peças”, escreveu ela.

“Meu corpo docente crítico me falha agora, enquanto eu olho para o mundo real, onde as pessoas ainda estão morrendo de pandemia, os asiático-americanos enfrentam o ódio constante e um homem com uma arma pode matar compradores de mercearia em uma tarde de segunda-feira. “



Os artigos narrados pelo The Times são escritos por Parin Behrooz, Carson Leigh Brown, Anna Diamond, Aaron Esposito, Elena Hecht, Emma Kehlbeck, Marion Lozano, Anna Martin, Tracy Mumford, Tanya Perez, Margaret Willison, Kate Winslett e John Woo. Um agradecimento especial a Sam Dolnick, Ryan Wegner, Julia Simon e Desiree Ibekwe.

Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo