Últimas Notícias

Sharon Osbourne sai de “The Talk”, diz a CBS

Sharon Osbourne, uma apresentadora de televisão que enfrentou críticas por defender as polêmicas declarações do jornalista britânico Piers Morgan sobre Meghan, a duquesa de Sussex, decidiu deixar “The Talk”, o talk show diurno dos EUA para o qual ela trabalhou por mais de uma década. CBS disse na sexta-feira.

A Sra. Osbourne é casada com o músico Ozzy Osbourne e começou sua carreira na televisão em “Os Osbournes”, o reality show vencedor do Emmy sobre sua família. Neste mês, ele enfrentou críticas por defender publicamente Morgan, depois de questionar um relato que Meghan fez a Oprah Winfrey sobre a vida na família real britânica.

Na entrevista, Meghan disse à Sra. Winfrey que membros da família real a dissuadiram de procurar tratamento depois que ela confidenciou a eles que tinha pensamentos suicidas.

Morgan disse mais tarde no “Good Morning Britain”, um programa que ela co-apresentava, que não acreditava na história de Meghan. Quando um colega o repreendeu por “destruir” Meghan, ele saiu do set e deixou o programa no dia seguinte.

Naquela semana, a Sra. Osbourne, 68, disse no Twitter que apoiou Morgan, um ex-editor de tablóide e apresentador da CNN que é amigo dela.

“As pessoas esquecem que pagam pela sua opinião e que você está simplesmente falando a sua verdade”, escreveu ele.

Durante um episódio posterior de “The Talk”, que foi ao ar em 10 de março, a co-apresentadora Sheryl Underwood perguntou a Osbourne sobre sua defesa de Morgan.

“O que você diria às pessoas que dizem que, enquanto você está ao lado de seu amigo, parece que você está dando validação ou refúgio a algo que ele disse ser racista, mesmo que você não concorde?” Perguntou a Sra. Underwood.

A Sra. Osbourne disse que se sentia como se estivesse “prestes a ser colocada na cadeira elétrica porque tenho um amigo que muitas pessoas acham que é racista”.

“Como posso ser racista com alguém?” ele perguntou durante um momento especialmente tenso na troca. “Como posso ser racista com alguém ou algo em minha vida?”

Sra. Osbourne depois postou uma declaração no Twitter em que se desculpou com “qualquer pessoa de cor que tenha ofendido e / ou qualquer pessoa que esteja confusa ou desapontada com o que eu disse.” Ela disse que “entrou em pânico, ficou chocada, ficou na defensiva e permitiu que meu medo e horror de ser acusada de ser racista” tirassem o melhor dela.

“Por favor, me escute quando digo que não tolero racismo, misoginia ou intimidação”, acrescentou. “Eu deveria ter sido mais específico sobre isso no meu tweet” sobre o Sr. Morgan.

Na sexta-feira, a CBS disse em um comunicado que “Sharon Osbourne decidiu deixar ‘The Talk”. Ele acrescentou que seu “comportamento para com seus co-anfitriões durante o episódio de 10 de março não se alinha aos nossos valores de um local de trabalho respeitoso”.

Um porta-voz da Osbourne, Howard Bragman, disse em um e-mail que não tinha comentários sobre sua saída do programa.

“The Talk” está em um hiato desde meados de março. A CBS disse na sexta-feira que o programa retomará a exibição de episódios originais em 12 de abril. Ele também disse que não encontrou evidências de que os executivos da rede tenham “orquestrado a discussão ou pegado algum dos apresentadores de surpresa”.

Mas a rede disse ser responsável pelo que aconteceu durante a transmissão de 10 de março porque Osbourne e seus co-apresentadores “não foram devidamente preparados pela equipe para uma discussão complexa e delicada sobre raça”.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo