Últimas Notícias

Opinião | Pence fará a coisa certa?

Os redatores da Lei de Contagem Eleitoral insistiram conscientemente nesse papel enfraquecido do vice-presidente. Eles se protegeram contra qualquer pretensão de que pudesse ter para lançar os votos de um determinado estado, dizendo que o vice-presidente deve abrir “todos os certificados e papéis que afirmam ser”Votos eleitorais. Além disso, disseram que, em caso de disputa, ambas as casas do Congresso teriam que discordar da lista de votos eleitorais de um determinado estado para rejeitá-los. E tornaram mais difícil para o Congresso discordar, acrescentando medidas como uma cláusula de “porto seguro” e deferência à certificação por funcionários estaduais.

Nessa escolha, a certificação é clara. Não há contestações judiciais em andamento nos estados de mérito. Todos os desafios foram perdidos, de forma espetacular e frequente, no tribunal. Estados e eleitores expressaram sua vontade. Nem o vice-presidente Pence nem os partidários leais do presidente Trump têm uma base válida para contestar qualquer coisa.

Essa estrutura sem dúvida cria desconforto, pois obriga o vice-presidente a anunciar o resultado mesmo quando pessoalmente desfavorável.

Após a eleição de 1960, Richard Nixon, como vice-presidente, contou os votos de seu oponente, John Kennedy. Al Gore, talvez em um dos momentos mais dramáticos da curta história de nossa República, contou os votos e os denunciou a favor de George W. Bush.

Perseguição Sr. Gore conta as votações, o encerramento de todos os desafios e a entrega da presidência ao Sr. Bush foi um momento poderoso em nossa democracia. No momento em que ele contou os votos, a América e o mundo sabiam onde ele estava. E todos nos levantamos quando o Sr. Gore, no final, pediu a Deus que abençoasse o novo presidente e vice-presidente e se juntou à sala em aplausos.

Os líderes republicanos, incluindo os senadores McConnell, Roy Blunt e John Thune, reconheceram o resultado da eleição, apesar da raiva do presidente. Sr. McConnell Colocá-lo em termos claros: “O Colégio Eleitoral falou. Portanto, hoje eu quero parabenizar o presidente eleito Joe Biden. “

Em particular, o Sr. Pence ficou em silêncio. Nem mesmo reconheceu a vitória histórica de Kamala Harris, a primeira mulher do país, a primeira afro-americana e a primeira vice-presidente asiático-americana.

Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo